Gastronomizando - PASTEL DE SANTA CLARA

Um dos mais conhecidos doces conventuais de Portugal, o pastel de Santa Clara tem sua origem no convento de mesmo nome.
Este convento do século XIII, já abrigou a Rainha Santa Isabel e Inês de Castro, figuras históricas portuguesas.
Naquela época as claras dos ovos eram usadas para engomar tecidos e as freiras acabavam por inventar receitas usando as gemas dos ovos, dando daí origem e diversas receitas como a do pastel de santa Clara.
Conta-se que ao ensinar as outras freiras o preparo da massa folheada, deveria´se esticar tanto a massa a ponto de deixa-la tao fina que poderia se ler uma carta do outro lado facilmente.
A tradição dos doces conventuais fez com que em tempos difíceis em meados do século XIX, as freiras vendessem a estudantes da secular Universidade de Coimbra os doces, que em pouco tempo se tornaram populares na região, adotando os mais variados formatos: meia-luas, estrela, coração são algumas veriantes.
Com a vinda de portugueses no início do século XX para o Brasil vieram também a receita, sendo este doce tradicional na comunidade.
Veja como preparar a iguaria em casa:
Massa:
  • 250 g de farinha de trigo
  • 120 g de manteiga ou margarina
  • 9 colheres (sopa) de água gelada
Recheio:
  • 1 e 1/2 xícaras (chá) de água
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 9 gemas peneiradas
  • 150 g de amêndoas torradas


Comentários