DOCE FADO COM A MAIOR PONTUAÇÃO OBTIDA NO SELO ALIMENTOS DO PARANÁ

Para conquistar o Selo Alimentos do Paraná, os participantes precisam apresentar bons índices de conformidade no programa, que visa melhorar os processos produtivos da empresa, aprimorar a qualidade dos produtos e incentivar boas práticas de gestão em micro e pequenas empresas do segmento de alimentos e bebidas.

Por um lapso de timming do comitê gestor do Selo composto por, ABRASEL, APRAS, FENOCOMÉRCIO, FIEP e SEBRAE , juntamento com os parceiros TECPAR e ADAPAR, aquando da premiação no dia 19 de abril, a Doce Fado não foi mencionada, pois o apuramento das notas saiu pouco tempo antes do evento, ainda que dentro do timming de participação.
Com uma retratação feita pessoalmente na passada semana, e a entrega do prêmio, a Doce Fado foi a empresa com a maior pontuação obtida quer no seu segmento, quer em posição geral com 93,27 pontos de excelência.

A Doce Fado, Padaria e Doçaria Portuguesa traduz o trabalho de duas famílias ligadas à indústria alimentar que têm neste projeto um objetivo bastante claro: produzir e distribuir produtos de altíssima qualidade, mantendo-se fiel às tradições seculares da doçaria e padaria portuguesa.

A família Cordeiro é oriunda da cidade de Alcobaça (região central de Portugal), que é considerada um dos berços da doçaria portuguesa, e onde ainda hoje se organiza uma das maiores Mostras de Doçaria Conventual da Europa, mosteiro ali existente. O chef Paulo Cordeiro, desde criança começou a aprender com o pai os segredos da melhor padaria e doçaria portuguesa. Com mais de 25 anos de experiência, o Sr. Paulo é o responsável pela produção da Doce Fado no Brasil.

A família Romanelli, situada em São José dos Pinhais (região sul do Brasil), é uma das mais tradicionais no ramo de indústria e distribuição de alimentos. Em decorrência dos seus mais de 60 anos de história, tornou-se referência nacional e internacional no ramo. Na Doce Fado a família faz-se representar pelo sócio Leonardo Romanelli.



Foto de Margarida Faísca.

Comentários