WASHINGTON SILVERA - O CARA QUE DERRUBOU A FRONTEIRA ENTRE A ARTE E A GASTRONOMIA


 O Objetivo da matéria seria falar do livro “Kitchen Dub Experience” lançado no passado dia 31 de maio, mas para isso temos de voltar bem lá atrás, mais propriamente ao ano de 1969, quando Washington Silvera nasceu, ele contou-nos – com um orgulho estampado na cara – ele é Curitibano, mas os pais eram Uruguaios, e a profissão do pai, marceneiro, foi o que ditou de certa forma a sua trajetória artística. E quanto a ser artista, ele nunca teve dúvidas, no entanto a família e a sociedade sempre foram apreensivas quanto a um futuro financeiro estável, e foi aí que decidiu aliar à sua essência uma outra forma de arte - e de certa forma mais rentável - a culinária “a cozinha tinha um lado meio de ateliê, de corte e transformação dos produtos, formas e cores, e acima de tudo o uso da inspiração” como nos explicou o Chef.


ENCANTADO PELA NATUREZA
A mostrar causa_siri.jpgO que é local tem muita força, dos peixes e mariscos da costa paranaense aos brotos e PANCs (flores alimentícias não convencionais), Washington aprendeu com o chef Alex Atala a dar um valor especial aos nossos ingredientes e faz questão de os utilizar nas suas receitas.A madeira é sem dúvida a matéria prima mais utilizada pelo artista - não tivesse ele sido criado dentro de uma marcenaria - mas somando a todas as suas obras que podemos encontrar na galeria Ibakatu, espaço de artes que o representa em Curitiba, à conexão profunda que mantém com a natureza viva, ela salta visivelmente para o prato onde através da sua inspiração culinária, nos pinta quase um Jakson Pollok de sabores.

EXPERIÊNCIAS INUSITADAS NA COZINHA
Em primeiro lugar há que referir que o Kitchen Dub Experience não acontece propriamente numa cozinha, pode ser um palco, um museu, um ateliê, e se você vai com a ideia de ter apenas uma refeição, tudo o que imaginou será desconstruído pelos seus próprios sentidos.
Sons, cheiros, imagens, sabores, texturas...
Você come com a expectativa do que está a visualizar nas telas, escuta o som do preparo no liquidificador acompanhado pelos ritmos das guitarras e pelos aromas que tenta decifrar. Come de um terrário e de sobremesa um sabonete, e se gostou e quer voltar, aí temos a certeza que o Chef Washington Silvera acertou em cheio também no seu sexto sentido.

O LIVRO
A mostrar capaLivro.jpgKitchen Dub Experience acabou por se dissolver dentro de um livro, onde além de mostrar tudo o que acontece por trás do talento do chef Washington e de todos os artistas que o acompanham nas performances, dá-lhe uma ideia do que já foi feito anteriormente e deixa-o com um gostinho de, quero saber o que vem mais por aí.


Comentários