ENOTURISMO

Enoturismo é um segmento da actividade turística que se baseia na viagem motivada pela apreciação do sabor e aroma dos vinhos e das tradições e cultura da localidades que produzem esta bebida. O enoturismo envolve o visitante na cultura e nos detalhes da bebida. É uma actividade que não se refere exclusivamente ao espaço rural, há inúmeros roteiros enoturisticos urbanos. Da mesma maneira, o enoturista não é, necessariamente, consumidor de vinhos, é interessado na produção e cultura que poderá se tornar consumidor.

Além de conhecer a história, cultura e tradições do local, o enoturista pode ver o modo de elaboração das viniculturas, com todas as etapas, entendendo o que compõe aquele produto.
O enoturismo tem, maioritariamente, características de nicho. A prática do enoturismo está em grande fase de crescimento, devido ao elevado valor que é dado neste setor.
Do ponto de vista do desenvolvimento das primeiras modalidades emergentes, as visitas a caves e adegas do vinho do Porto remontam ao início dos anos cinquenta do século XX.
 Mais recentemente, aparecem um pouco por todo o território outras modalidades de Enoturismo que completam a oferta nacional neste domínio:
  • as Feiras, os Festivais e os Eventos do Vinho frequentes tanto em centros urbanos como em contexto rural;
  • os Museus do Vinho e da Vinha e Centros de Interpretação, ainda em número limitado mas que se encontram tanto em contexto urbano como rural e são de natureza pública ou privada;
  • o Agro-Turismo em Quintas que começa a desenvolver-se, com particular expressão em algumas regiões do país;
  • as Aldeias Vinhateiras e os Cruzeiros, nomeadamente na região do Douro;
  • as Rotas do Vinho, projecto que desde 1994 tem sido abraçado por várias das regiões vitivinícolas do país

Comentários